Licranço

Anguis fragilis

Trata-se de uma espécie totalmente inofensiva e a sua principal defesa baseia-se na autonomia da cauda (capacidade de soltar a cauda quando se sentem ameaçadas, sendo que esta se autorregenera). Possuem escamas muito lisas e brilhantes, tornando-os inconfundíveis e muito agradáveis ao toque. Verdadeiro lagarto sem patas, o licranço é um dos répteis mais interessantes e inusitados da nossa fauna. São muitas vezes confundidos com cobras por leigos. É uma espécie inofensiva que se alimenta sobretudo de invertebrados.

Habitat: Encontra-se principalmente em zonas com alguma humidade presente em clareiras e orlas de bosques, pinhais, prados ou hortas, desde o nível do mar até aos 2 400m de altitude. Evita ambientes muito expostos ao sol e secos, assim como áreas permanentemente encharcadas.

Alimentação: caracóis, lesmas, anelídeos, aranhas, insetos, lagartixas, pequenas cobras e anfíbios e mesmo juvenis da sua espécie.

Predadores: cobras (principalmente víboras e cobras lisas), lagartos de maiores dimensões, aves (corujas, mochos, milhafres, cegonhas, garças e tordos) e mamíferos(texugolontraraposa, ouriço e javali).

Estatuto de conservação: não ameaçado