Lagartixa-de-bocage

Podarcis bocagei

Tem um tamanho médio de cerca de 7 cm de comprimento. O seu corpo é robusto, cilíndrico, com cabeça curta e focinho arredondado. A zona dorsal dos machos tende para tonalidades esverdeadas, por vezes verde-alface, coloração que se vai esbatendo à medida que se estende para os flancos, mais acastanhados. O padrão geral é malhado, composto por manchas mais escuras sobre o fundo esverdeado. As fêmeas são acastanhadas no dorso, exibindo listas dorsoventrais amarelas/esverdeadas.

É um endemismo do Noroeste da Península Ibérica, o que significa que apenas existe nesta região do planeta. Apesar de morfologicamente semelhante a outras espécies presentes em Portugal, esta espécie só ocorre na região Noroeste (Minho e Douro Litoral) de Portugal com algumas populações mais ou menos isoladas para o interior (Chaves e Montesinho). Tal como outras lagartixas, são fundamentais para o controlo de pragas na agricultura.

Habitat:Ocorre em florestas, matos, prados ou zonas rochosas, podendo ser encontrada em aglomerados pedregosos, sebes e muros, preferencialmente em áreas ensolaradas. Também surgem em paisagens humanizadas como terrenos agrícolas, povoações e zonas industriais.

Alimentação:pequenos invertebrados como escaravelhos, aranhas, formigas e gafanhotos.

Predadores:variadas espécies de cobras, o sardão (Lacerta lepida), diversas aves e alguns mamíferos, como a raposa (Vulpes vulpes) e gineta (Genetta genetta), entre outros.

Estatuto de conservação: pouco preocupante.