Cobra-de-água-viperina

Natrix maura

É uma das cobras mais comuns em Portugal. Trata-se de uma excelente nadadora, conseguindo estar submersa durante mais de 15 minutos. Contudo, necessita de terra firme para efetuar as suas posturas e também para hibernar.Esta cobra não possui dentes inoculadores de veneno, não representando qualquer perigo para o ser humano. Nunca morde; nem sequer abre a boca quando perturbada, optando por emitir um odor a vómito extremamente desagradável, como forma de defesa, ou fingir de morta. Pode viver até 20 anos.

Habitat:charcos, lagos, represas, pântanos, cursos de água, barragens, canais de irrigação e, como tolera elevados níveis de salinidade, lagoas e outros locais de água salobra.

Alimentação:invertebrados, larvas e adultos de anfíbios, peixes pequenos, podendo esporadicamente consumir outros répteis e micromamíferos. 

Predadores:cobra-rateira, garça-real, aves de rapina (milhafres, águia-cobreira) e por vezes, alguns mamíferos como a lontra e ouriços.

Estatuto de conservação: pouco preocupante.