Rato-de-água

Arvicola sapidus

Frequentemente confundido com ratazanas, o rato-de-água é exclusivamente herbívoro. Facilmente reconhecível a sua presença pelas galerias que deixa na margem, quer na forma de trilhos de passagem quer de túneis na vegetação. Os trilhos frescos são facilmente reconhecíveis pela presença de excrementos. De corpo fusiforme e orelhas redondas este rato de água é capaz de construir as suas tocas e ninhos nas margens de ribeiras com acesso subaquático. Tem uma membrana interdigital nas suas patas, o que lhes permite nadar com bastante agilidade.

Habitat: margens de cursos de água lentos, canais de irrigação, lagos e charcos. Prefere locais com vegetação densa nas margens, onde constrói tocas cujo acesso se faz abaixo do nível da água.

Alimentação: Herbívoro, alimenta-se principalmente de plantas aquáticas e vegetação ripícola. Por vezes, pode ingerir pequenos animais aquáticos como anfíbios, peixes, lagostins e insetos.

Predadores: aves, mamíferos carnívoros, cobra-de-água, cobra-rateira, entre outros.

Estatuto de conservação: não ameaçada.