Ouriço-cacheiro

Erinaceus europaeus

O Ouriço-cacheiro é um mamífero insetívoro muito conhecido na fauna portuguesa e o único com o corpo coberto de espinhos. Estes espinhos são pelos modificados (cerca de 6 mil) que cobrem o dorso e os flancos e apresentam uma coloração alternada entre claro e escuro, fazendo variar a cor dos indivíduos. O ventre castanho-acinzentado, está coberto de pelos claros. A cabeça e os olhos distinguem-se facilmente do resto do corpo pelo seu tamanho, ao contrário das suas orelhas e cauda. O Ouriço-cacheiro é uma espécie noturna ou crepuscular, solitária e territorial. Quando se sente ameaçado, enrola-se sobre si próprio, criando um bola de espinhos muito difícil de penetrar.

Habitat: zonas de cultivo, jardins, bosques e áreas onde o estrato herbáceo seja abundante.

Alimentação: insetos (gafanhotos, escaravelhos, moscas, etc.), minhocas, caracóis, ovos de aves, pequenas rãs e répteis, cereais e frutos silvestres.

Predadores: raposas, mochos e corujas, águias e toirões.

Estatuto de conservação: não ameaçada (NT), incluída no Anexo III da Convenção de Berna.