Imperador-azul

Anax imperator

O adulto é a maior libélula da fauna portuguesa. Tem uma distribuição muito alargada, desde África até à maior parte da Europa. Animais muito ativos, fazem voos rápidos que podem atingir grande altura, em busca das suas presas, que capturam em voo. As fases larvares desenvolvem-se na água, podendo durar até 2 anos. Na fase final de crescimento, as larvas podem atingir alguns centímetros de comprimento. São sensíveis à poluição aquática e como tal a sua presença pode ser usada como bioindicador. As larvas desta libélula são muito vorazes, tal como as de todas as outras odonatas, contribuindo para eliminar de lagos e tanques as larvas de mosquitos e outros dípteros que podem causar incómodo aos humanos.

Larvas

Habitat: entre as raízes da vegetação aquática e no fundo do rio entre pedras e depósitos de folhas submersas.

Alimentação: larvas de anfíbios, pequenos peixes e larvas de outros insectos.

Predadores: outras larvas de Odonatas, escorpião de água, peixes e anfíbios.

Estatuto de conservação: pouco preocupante.

Imago (adultos)

Habitat: charcos de água doce, lagos, lagoas, tanques, canais de irrigação ou cursos de água lentos com vegetação aquática abundante.

Alimentação: moscas, besouros, abelhas, vespas outras libélulas adultas, entre outros insectos.

Predadores: aves, lagartos, sapos, aranhas, peixes, insetos aquáticos e outras libélulas.

Estatuto de conservação:pouco preocupante.