Bicho-da-conta

Porcellio scaber 

Os bichos da conta são primos afastados da lagosta, já que tiveram origem nos crustáceos marinhos. Têm hábitos noturnos, pois são muito sensíveis à dissecação, evitando desta forma a exposição ao sol. Digerem as folhas mortas, sendo parte fundamental do ciclo de nutrientes. Encarados muitas vezes como pragas pelos agricultores, a verdade é que são fundamentais na manta morta, tendo um papel importante nas culturas agrícolas. Antigamente os bichos-de-conta eram utilizados como medicamento para a azia. O segredo está num composto químico da sua carapaça, o carbonato de cálcio, que sendo alcalino, ajuda a combater a acidez do estômago.

Habitat: ambientes com elevada humidade do ar e no solo.

Alimentação: detritívoros, alimentando-se essencialmente de matéria morta (folhas secas, madeira).

Predadores: musaranhos, aranhas entre outros.

Estatuto de conservação: pouco preocupante.