Mocho Galego

Athene noctua

O Mocho Galego é uma pequena ave de rapina noturna que possui hábitos crepusculares e até diurnos, o que a torna mais fácil de observar. É uma ave de porte médio com uma silhueta característica arredondada. A sua plumagem é maioritariamente castanha com salpicos de branco na parte superior e listada de castanho escuro na parte inferior. Tem patas compridas em proporção com o corpo e olhos amarelos. Durante o dia o seu voo é ondulante de modo a despistar predadores porem à noite voa a baixa altitude e plano. O Mocho Galego é uma espécie residente, presente no país durante todo o ano. As suas vocalizações são facilmente audíveis, aumentando as comunicações entre indivíduos em época de reprodução, onde os machos usam o canto para a marcação de território.

Habitat: espaços relativamente abertos, onde exista elevada disponibilidade de locais de nidificação (montes de pedras e muros) e abundância de presas: como áreas agrícolas ou jardins pontuados com algumas árvores, matas e ruínas.

Alimentação: invertebrados, principalmente insetos, e pequenos mamíferos roedores. Durante a época de acasalamento uma vez que necessitam de mais energia alimentam-se também de aves e ocasionalmente capturam répteis e anfíbios.

Predadores: martas e aves de rapina como o bufo-real e a coruja-do-mato.

Estatuto de conservação: pouco preocupante.