Rã-verde

Pelophylax perezi

É um dos anfíbios mais comuns em Portugal e o mais conhecido do público. De distribuição generalizada em Portugal, Espanha e França, é facilmente observável em qualquer espaço com água. É um animal estritamente aquático, ocorrendo em todo o tipo de massas de água doce permanentes e temporários, embora prefira os ambientes permanentes. É menos frequente nas massas de água fria, riachos de montanha com grandes pendentes e cursos de água sombreados por densas coberturas arbóreas. Não é particularmente exigente no que respeita à qualidade da água, ocorrendo em locais onde outros anfíbios não conseguem sobreviver. São animais ativos quer de dia quer de noite. O seu coaxar no período reprodutivo (Abril a Julho) é inconfundível. Como todos os anfíbios, são animais muito úteis para a agricultura.

Habitat: charcos, pântanos, lameiros, lagos, lagoas, barragens e ribeiros, independentemente do biótopo circundante.

Alimentação: insetos, aranhas, anelídeos, crustáceos, moluscos e mesmo pequenos peixes e anfíbios, incluindo juvenis da própria espécie.

Predadores:  peixes, aves, outros anfíbios, répteis; as larvas também podem ser predadas por invertebrados aquáticos.

Estatuto de conservação: pouco preocupante.